Carregando..

A Minha Prisão


17.10
19.00€ -10%

Campanha a decorrer. Aproveite os descontos! 

Data de Início de 01-07-2021 até 31-12-2021
Desconto de 10% em todos os livros, excepto: Manuais Escolares / Ensino Profissional / Curso de Educação e Formação

Escolar em Promoção 15% limitado ao stock existente

Edições Gerais: Sujeito a confirmação por parte da editora




Categoria: LITERATURA \ POLÍTICA
ISBN:: 9789896266929
Editora: A Esfera dos Livros
Autor: Isaltino Morais
Edição: 05-2015
Páginas: 496
Encadernação: Capa mole
Dimensões: 160 x 234 x 21 mm
Peso: 0,830 (Kg)
Portes: GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL

Em 2013, o presidente da Câmara Muncipal de Oeiras foi preso na sequência de um processo polémico relacionado com fraude fiscal. Metade do País aplaudiu a detenção deste homem poderoso, ex-ministro e ex-militante de topo do PSD, vendo-a como um claro exemplo de independência da Justiça; mas a outra metade indignou-se pela humilhação inflingida a um dos autarcas mais competentes de Portugal, de um líder com obra feita, relacionando a sua condenação com perseguição política.
Isaltino Morais ficaria preso uns longos 429 dias. Habitou a cela colectiva 407 da Carregueira, numa ala onde todos os presos eram mais novos e cumpriam penas maiores do que ele. De resto, entre os 750 homens que constituiam a população prisional, o autarca era o único condenado por fraude fiscal, em contraste com o grande número de violadores, pedófilos e homicidas. Tratado por «Presidente» ou «Tio Isaltino», cruzou-se diversas vezes nos corredores e no pátio da prisão com Vale e Azevedo, Carlos Cruz ou Ferreira Diniz. Assistiu à morte de um companheiro de cela por falta de intervenção médica, testemunhou numerosas cenas de violência, foi sujeito a revistas todo nu nas rusgas em busca de droga e telemóveis e sentiu as adversidades da cadeia duplicarem com as sucessivas greves dos guardas. O recluso n.º 721 deu-se bem com todo o tipo de homens e até fez amigos, como o muçulmano a quem ofereceu secretos de porco inadvertidamente. Provou aguardente clandestina, encontrou consolo nas centenas de cartas que recebeu e ansiou pelo momento das visitas da família, sobretudo as do filho Afonso, de 11 anos. Enquanto isso, tornou-se vegetariano por necessidade, percorreu quilómetros em círculos para cansar o corpo e vencer as insónias. Refugiou-se na fé, na contemplação da natureza e nas raras boas notícias que lhe foram chegando. Foi atrás das grades que assistiu à vitória eleitorial do movimento político com o seu nome e que escreveu um extenso diário, do qual ressalta a desumanidade da prisão e os sentimentos de revolta decorrentes da injustiça de que diz ter sido alvo. Com o dedo apontado a magistrados e políticos, denunciando as grandes falhas do sistema judicial e penal, A Minha Prisão é um livro contundente. É o relato da descida ao inferno de um homem com um carisma invulgar e um testemunho crú a que nem os admiradores nem os adversários de Isaltino Morais poderão ficar indiferentes.


Sobre o Autor

Isaltino Morais, nascido em Mirandela, em 1949, Isaltino Morais mudou-se para Lisboa aos 18 anos e cumpriu o serviço militar em Angola, durante a Guerra Colonial. Em 1976 ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, onde concluiu a sua licenciatura em 1981. Nessa Faculdade foi monitor das disciplinas de Direito Constitucional, Direito Internacional Público e Direito Administrativo, exercendo simultaneamente funções como magistrado do Ministério Público e de assessor do Gabinete de Apoio Técnico-Legislativo do Ministério da Justiça. Aderiu ao PSD em 1976 e candidatouse por este partido à Câmara Municipal de Oeiras em 1985. Foi eleito presidente com 44,4% dos votos e renovou por sucessivas vezes o mandato nas eleições autárquicas: em 1989, com 43,6% dos votos; em 1993, com 31,1%; em 1997, com 48,27%; em 2001, com 55%. Foi também presidente do Conselho de Administração dos SMAS de Oeiras e Amadora, presidente do Conselho de Administração da Municípia, SA (sistemas de informação geográfica e cartografia), presidente da Assembleia Geral da Taguspark, SA e é atualmente presidente do Conselho de Administração da Fundação Marquês de Pombal. Em 2002 foi nomeado Ministro das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente no governo liderado por Durão Barroso e, em 2005, regressou ao cargo de presidente da Câmara de Oeiras, desta vez sem o apoio do PSD e com o movimento independente Isaltino - Oeiras Mais à Frente, que saiu vencedor das eleições desse ano com 34,05% dos votos. Em 2009 seria reeleito para um novo mandato, com 41,52% dos votos. Foi também vice-presidente da Junta Metropolitana de Lisboa (1992-1997) e da Associação Nacional de Municípios Portugueses (1997-2002). Representou o Governo de Portugal no Comité de Peritos para os Assuntos Sociais do Conselho da Europa (1987-1991) e integrou o Comité das Regiões da União Europeia (1994-2002). Isaltino Morais tem várias obras publicadas no âmbito do Direito Constitucional, Gestão Autárquica e Ordenamento do Território.
Zona Min (Kg)  Máx (Kg) Valor
Portugal Continental 0,000 1,999 4,20 €
Portugal Continental 2,000 4,999 4,40 €
Portugal Continental 5,000 9,999 4,70 €
Portugal Continental 10,000 19,999 4,85 €
Portugal Continental 20,000 30,000 4,90 €
Ilhas Açores/Madeira 0,000 1,999 5,40 €
Ilhas Açores/Madeira 2,000 2,999 8,11 €
Ilhas Açores/Madeira 3,000 3,999 10,81 €
Ilhas Açores/Madeira 4,000 5,000 13,52 €
Ilhas Açores/Madeira 5,000 10,000 16,00 €
Resto da Europa 0,000 0,099 4,97 €
Resto da Europa 0,100 0,199 6,14 €
Resto da Europa 0,200 0,299 7,24 €
Resto da Europa 0,300 0,399 7,71 €
Resto da Europa 0,400 0,499 8,18 €
Resto da Europa 0,500 0,599 10,50 €
Resto da Europa 0,600 0,699 10,86 €
Resto da Europa 0,700 0,799 11,21 €
Resto da Europa 0,800 0,899 11,56 €
Resto da Europa 0,900 0,999 11,92 €
Resto da Europa 1,000 1,099 12,28 €
Resto da Europa 1,100 1,199 12,63 €
Resto da Europa 1,200 1,299 12,98 €
Resto da Europa 1,300 1,399 13,33 €
Resto da Europa 1,400 1,499 13,69 €
Resto da Europa 1,500 1,599 14,05 €
Resto da Europa 1,600 1,699 14,39 €
Resto da Europa 1,700 1,799 14,75 €
Resto da Europa 1,800 1,899 15,10 €
Resto da Europa 1,900 1,999 15,46 €
Resto da Europa 2,000 2,999 22,30 €
Resto da Europa 3,000 3,999 26,38 €
Resto da Europa 4,000 4,999 30,47 €
Resto do Mundo 0,000 0,099 5,51 €
Resto do Mundo 0,100 0,199 7,76 €
Resto do Mundo 0,200 0,299 10,47 €
Resto do Mundo 0,300 0,399 11,21 €
Resto do Mundo 0,400 0,499 11,94 €
Resto do Mundo 0,500 0,599 15,61 €
Resto do Mundo 0,600 0,699 16,67 €
Resto do Mundo 0,700 0,799 17,70 €
Resto do Mundo 0,800 0,899 18,76 €
Resto do Mundo 0,900 0,999 19,80 €
Resto do Mundo 1,000 1,099 20,86 €
Resto do Mundo 1,100 1,199 21,91 €
Resto do Mundo 1,200 1,299 22,95 €
Resto do Mundo 1,300 1,399 24,00 €
Resto do Mundo 1,400 1,499 25,06 €
Resto do Mundo 1,500 1,599 26,10 €
Resto do Mundo 1,600 1,699 27,15 €
Resto do Mundo 1,700 1,799 28,19 €
Resto do Mundo 1,800 1,899 29,25 €
Resto do Mundo 1,900 1,999 30,29 €
Resto do Mundo 2,000 2,999 50,07 €
Resto do Mundo 3,000 3,999 63,69 €
Resto do Mundo 4,000 4,999 77,31 €

Artigos Relacionados